Essenciais na formulação de políticas públicas de comércio exterior, esses profissionais são capazes de fomentar a internacionalização, a competitividade e o intercâmbio de ideias, produtos e serviços. Fatores primários para o desenvolvimento e a geração de emprego e renda em qualquer país. Políticas de Comércio Exterior são complexas porque afetam diretamente a economia e a expectativa das pessoas para o futuro. Fundamentadas no longo prazo, os desdobramentos das políticas públicas de comércio exterior refletem na indústria, no comércio, nos serviços e reverberam, ainda, no câmbio, na infraestrutura, na administração aduaneira e regulatória, na política fiscal, na governança e nas relações internacionais.

Estratégicos na construção de negócios globais, na esfera privada, são eles, também, que preparam empresas de diferentes tamanhos e estruturas de capital, para analisar conjunturas e entender quando, como e por onde começar uma jornada no exterior. Podem participar desde a construção de conceitos, marcas, produtos e serviços para determinados mercados, até a gestão financeira, cambial, logística, aduaneira e operacional de negócios internacionais já estabelecidos. A tecnicidade das tarefas diárias e uma linguagem difícil de ser interpretada por outsiders, conferem um grau de especialização adicional.

Realidade aumentada, inteligência artificial, big data, blockchain. Como toda essa matematização pode impactar a carreira de um Profissional de Comércio Exterior?

O Bacharel em Comércio Exterior é naturalmente inquieto, curioso, persuasivo e precisa de uma visão de mundo abrangente para se enveredar por diferentes setores econômicos mundo afora. Um notebook, um celular e uma boa bagagem política, econômica, jurídica, social e administrativa, conferem senioridade e maior segurança à jornada.

Os idiomas, o gosto pelas viagens longas e a disposição para conquistar a confiança de culturas diferentes são características primárias para qualquer Executivo desta área. O que diferencia um profissional, talvez, seja sua capacidade de contextualização, de adaptação a cenários que podem ser bastante turbulentos e sua postura, espera-se, diplomática, frente ao inesperado.

Análiticos na avaliação de regimes de origem, na decupação de acordos comerciais e na decifração de conjunturas de negócios. Expansivos na comunicação, no posicionamento e na promoção de ideias, produtos e serviços. Precisos na mitigação de riscos e na gestão de processos. Características atemporais que devem acompanhar um profissional de excelência durante toda sua carreira.

Nesse contexto, a tecnologia é uma aliada irreversível e muito bem-vinda.

  • Por meio da inteligência artificial, por exemplo, já é possível identificar oportunidades de negócios em qualquer lugar do mundo, em prazo recorde e com acuracidade técnica.
  • O blockchain está transformando o tempo investido na gestão de contratos internacionais, reduzindo conflitos bilaterais e garantindo compliance nas operações.
  • O big data oferece a possibilidade de aprofundamento estatístico e compreensão de cenários mercadológicos internacionais, eliminando decisões amadoras.
  • A realidade aumentada, pelo que tudo indica, parece ser uma boa alternativa para a gestão logística, sobretudo no que tange ao manuseio, armazenagem, planejamento e transporte de cargas. Imagine que o visor de um óculos inteligente poderia indicar o próximo pallet a ser carregado e onde o operador deveria posiciona-lo dentro de um veículo ou armazém, melhorando a produtividade.

O mercado para o Profissional de Comércio Exterior é amplo e, também por isso, sempre esteve em alta. Para àqueles que respiram comércio internacional e decidem, todos os dias, inspirar, transformar pessoas e conectar ideias, a ciência é uma parceira importante na busca por otimização, excelência e sustentabilidade.

É fundamental que para além da aplicação de técnicas matemáticas, profundamente inseridas em cada uma dessas tecnologias, os Executivos de Comércio Exterior aproveitem esses movimentos para robustecer sua formação interdisciplinar.

Na Braver o capital intelectual é prioridade. Aqui alocamos os mais expressivos investimentos. Nossos clientes contam com uma equipe poliglota, multifuncional, de alto desempenho, com formação acadêmica e profissional no Brasil e no exterior e, pelo menos, treze anos de experiência em diferentes setores do comércio internacional. Alto padrão que gera resultado.

Author

A Braver é uma empresa brasileira especializada em comércio exterior e relações internacionais. Pioneira na aplicação do conceito de sustentabilidade aos negócios internacionais. Autoridade em trading, importação, exportação, outsourcing, internacionalização, branding, otimização tributária e projetos internacionais de alto desempenho.