No mercado, entre pequenos e médios empresários, o tema internacionalização muitas vezes é confundido com exportação. Na prática (e em linguagem não técnica nem teórica), a internacionalização acontece quando uma empresa decide estabelecer seus negócios em um país diferente daquele em que ela foi originalmente estabelecida. Já a exportação, seria a oportunidade que uma empresa tem de comercializar seus produtos e/ou serviços em outros países, ainda que ela não tenha uma estrutura estabelecida nesses territórios. Embora a internacionalização não imponha a existência de uma estrutura física da empresa em um outro país, sob a nossa perspectiva, ela incorreria em usufruir do ambiente de negócios desse terceiro país (do ponto de vista legal, tributário, financeiro, operacional etc.), para além da mera comercialização de produtos manufaturados/licenciados em seu país de origem. Acompanhe, a seguir, a nossa reflexão sobre o tema.

É fato que, muitas vezes, a internacionalização é iniciada como consequência da exportação. Ou seja, o empresário inicia sua relação com um outro país por meio da venda de seus produtos e/ou serviços e, esta oportunidade estimula o estudo sobre a viabilidade de estabelecer seus negócios em um país que, digamos, demonstre maior apetite por seus produtos e/ou serviços. O que gostaríamos de grifar, é que nem toda empresa que deseja internacionalizar, exporta. Mas toda empresa que exporta, está em um determinado nível de internacionalização.

Quando a gente observa estudos stricto sensu disponíveis no Brasil e em outros países, – e citamos esses estudos porque são eles que aprofundam as análises e possuem metodologia científica nas avaliações – notamos um desenvolvimento teórico importante sobre o tema ‘internacionalização’, mas que, geralmente, não conclui (ou não objetiva concluir) um modelo (ou método) específico que tenha, ao longo do tempo, culminado no que seria denominado ‘sucesso’ da internacionalização de uma empresa. Isso porque o processo de internacionalização de uma organização implica em lidar com múltiplos cenários (internos, externos, micro e macroeconômicos, legais, tributários, cambiais, operacionais e técnicos) em conjunturas muito plurais e, até inesperadas em dadas circunstâncias (como pandemias, fenômenos naturais, guerras).

Em outras palavras, quando um empresário contrata um Profissional de Comércio Exterior (ou de Relações Internacionais) para estruturar sua internacionalização (e aqui estamos explorando o universo das pequenas e médias empresas, porque as grandes possuem acessos e formas de internacionalização de menor risco, como por meio de fusões, aquisições e incorporações, franchising, etc., para explorar apenas alguns exemplos) e demanda ‘sucesso’ ao término do processo, há um evidente desconhecimento sobre a complexidade de um projeto como esse que, por mais assertivo que tenha sido em sua estruturação, pode fatalmente não alcançar os objetivos previstos inicialmente.

Se você pensa em internacionalizar seu negócio, algumas premissas (bastante básicas) a considerar seriam:

  • Quais são seus objetivos com a internacionalização?
  • Que tipo de estrutura você deseja estabelecer (e usufruir) no exterior?
  • Qual é o seu orçamento para um projeto como esse?
  • Quão engajada sua empresa está para entrar em um projeto como esse?
  • Que tal começar pela exportação?

E, por fim, vale a pena a reflexão sobre internacionalizar e exportar. Se seu foco, como pequeno/médio empreendedor, está em comercializar seus produtos e/ou serviços no exterior, você quer exportar. Ou seja, você internacionalizará seu negócio, inicialmente, por meio da exportação. Isso também requererá, com toda certeza, apoio profissional, terá riscos e exigirá estratégias (planos e objetivos).

Aqui na Braver, nós somos especialistas em Comércio Exterior e Relações Internacionais. Estruturamos projetos de internacionalização e de exportação para empresas de pequeno, médio e grande portes. Nossa atuação é bastante abrangente e estamos presentes em muitos setores econômicos diferentes. Se você tem um projeto ou uma ideia e precisa de assistência internacional, entre em contato conosco.

Author

A Braver é uma empresa de classe mundial especializada em Comércio Exterior e Relações Internacionais. Autoridade em trading, importação, exportação, outsourcing, internacionalização, branding, otimização tributária e projetos internacionais de alto desempenho.