Category

Operações

Category

O processo de integração dos mercados levou a uma grande expansão no número de empresas multinacionais. De acordo com a UNCTAD – Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento, já na década de 1990 estas empresas participavam, de alguma maneira, de dois terços do comércio mundial, sendo metade disso comércio entre empresas vinculadas/do mesmo grupo. De maneira semelhante, o Manual Prático de Preços de Transferência da ONU – Organização das Nações Unidas, aponta que 30% de todas as transações internacionais se referem ao comércio intragrupo. Estas operações possuem circunstâncias peculiares, uma vez que os preços praticados entre empresas do mesmo grupo, alocadas em países diferentes, podem, potencialmente, divergir dos preços praticados entre organizações não vinculadas. Vamos falar sobre transfer price.

Não, esse não é um termo “bonito” para fazer referência à logística de importação. A Engenharia Logística é a utilização de estatística, matemática e pesquisa operacional para a tomada de decisões logísticas.

É um trabalho quantitativo, inovador e de alto desempenho. Extremamente útil para importadores frequentes e empresas que apresentem um volume considerável de operações internacionais.

OEA é a abreviação para Operador Econômico Autorizado. Um programa criado pela OMA – Organização Mundial das Aduanas para certificar empresas e profissionais que atuam na gestão aduaneira do comércio exterior como confiáveis.

A certificação é voluntária e permite que essas empresas tenham tratamento especial no trânsito aduaneiro em todos os países que aderirem ao programa e assinarem acordos de cooperação mutua. No exterior, a certificação é denominada AEO – Authorized Economic Operator.